Elementos gerais de caracterização das vias de circulação

Segue algumas definições úteis na caracterização das vias, principalmente quanto ao emprego correto da terminologia na confecção do laudo pericial.

  • ACLIVE OU RAMPA POSITIVA – quando o eixo é inclinado ascendentemente na direção do desenvolvimento do tráfego.
  • ACOSTAMENTOS – parte da via diferenciada da pista de rolamento destinada à parada ou estacionamento de veículos, em caso de emergência, e à circulação de pedestres e bicicletas, quando não houver local apropriado para esse fim.
  • AUTO-ESTRADA - via pública destinada a trânsito rápido, com separação física de faixas de rodagem, sem cruzamentos de nível nem acesso a propriedades marginais, com acessos condicionados e sinalizada como tal.
  • BERMA - superfície da via pública não especialmente destinada ao trânsito de veículos e que ladeia a faixa de rodagem.
  • BORDO DA PISTA – margem da pista, podendo ser demarcada por linhas longitudinais de bordo que delineiam a parte da via destinada à circulação de veículos.
  • CALÇADA – parte da via, normalmente segregada e em nível diferente, não destinada à circulação de veículos, reservada ao trânsito de pedestres e, quando possível, à implantação de mobiliário urbano, sinalização, vegetação e outros fins.
  • CANTEIRO CENTRAL – obstáculo físico construído como separador de duas pistas de rolamento, eventualmente substituído por marcas viárias (canteiro fictício).
  • CATADIÓPTRICO – dispositivo de reflexão e refração da luz utilizado na sinalização de vias e veículos (olho-de-gato).
  • CAMINHO - via pública especialmente destinada ao trânsito local em zonas rurais.
  • CORREDOR DE CIRCULAÇÃO - via de trânsito reservada a veículos de certa espécie ou afectos a determinados transportes.
  • CICLOFAIXA – parte da pista de rolamento destinada à circulação exclusiva de ciclos, delimitada por sinalização específica.
  • CICLOVIA – pista própria destinada à circulação de ciclos, separada fisicamente do tráfego comum.
  • CRUZAMENTO – interseção de duas vias em nível.
  • CURVA – são trechos não retilíneos da estrada, que determinam mudança da direção do veículo para percorrê-la.
  • DISPOSITIVO DE SEGURANÇA – qualquer elemento que tenha a função específica de proporcionar maior segurança ao usuário da via, alertando-o sobre situações de perigo que possam colocar em risco sua integridade física e dos demais usuários da via, ou danificar seriamente o veículo.
  • EIXO DA FAIXA DE RODAGEM – linha longitudinal, materializada ou não, que divide uma faixa de rodagem em duas partes, cada uma afecta a um sentido de trânsito.
  • ENTRONCAMENTO – tipo de cruzamento constituído pela junção ou bifurcação de vias públicas.
  • ESTACIONAMENTO – imobilização de veículos por tempo superior ao necessário para embarque ou desembarque de passageiros.
  • ESTRADA – via rural não pavimentada.
  • FAIXA DE RODAGEM - parte da via pública especialmente destinada ao trânsito de veículos.
  • FAIXAS DE DOMÍNIO – superfície lindeira às vias rurais, delimitada por lei específica e sob responsabilidade do órgão ou entidade de trânsito competente com circunscrição sobre a via.
  • FAIXAS DE TRÂNSITO – qualquer uma das áreas longitudinais em que a pista pode ser subdividida, sinalizada ou não por marcas viárias longitudinais, que tenham uma largura suficiente para permitir a circulação de veículos automotores.
  • FOCO DE PEDESTRES – indicação luminosa de permissão ou impedimento de locomoção na faixa apropriada.
  • ILHÉU DIRECCIONAL – zona restrita da via pública, interdita à circulação de veículos e delimitada por lancil ou marcação apropriada, destinada a orientar o trânsito.
  • ILHA – obstáculo físico, colocado na pista de rolamento, destinado à ordenação dos fluxos de trânsito em uma interseção.
  • INTERSEÇÃO – todo cruzamento em nível, entroncamento ou bifurcação, incluindo as áreas formadas por tais cruzamentos, entroncamentos ou bifurcações.
  • LOCALIDADE - zona com edificações e cujos limites são assinalados com os sinais regulamentares.
  • LOGRADOURO PÚBLICO – espaço livre destinado pela municipalidade à circulação, parada ou estacionamento de veículos, ou à circulação de pedestres, tais como calçada, parques, áreas de lazer, calçadões.
  • LOTE LINDEIRO – aquele situado ao longo das vias urbanas ou rurais e que com elas se limita.
  • MARCAS VIÁRIAS – conjunto de sinais constituídos de linhas, marcações, símbolos ou legendas, em tipos e cores diversas, apostos ao pavimento da via.
  • PASSAGEM DE NÍVEL – todo cruzamento de nível entre uma via e uma linha férrea ou trilho de bonde com pista própria.
  • PASSAGEM SUBTERRÂNEA – obra de arte destinada à transposição de vias, em desnível subterrâneo, e ao uso de pedestres ou veículos.
  • PASSARELA – obra de arte destinada à transposição de vias, em desnível aéreo, e ao uso de pedestres.
  • PASSEIO – parte da calçada ou da pista de rolamento, neste último caso, separada por pintura ou elemento físico separador, livre de interferências, destinada à circulação exclusiva de pedestres e, excepcionalmente, de ciclistas.
  • PARQUE DE ESTACIONAMENTO - local exclusivamente destinado ao estacionamento de veículos.
  • PISTA ESPECIAL – via pública ou via de trânsito especialmente destinada, de acordo com sinalização, ao trânsito de peões, de animais ou de certa espécie de veículos.
  • PERÍMETRO URBANO – limite entre área urbana e área rural.
  • PISTA – parte da via normalmente utilizada para a circulação de veículos, identificada por elementos separadores ou por diferença de nível em relação às calçadas, ilhas ou aos canteiros centrais.
  • PLACAS – elementos colocados na posição vertical, fixados ao lado ou suspensos sobre a pista, transmitindo mensagens de caráter permanente e, eventualmente, variáveis, mediante símbolo ou legendas pré-reconhecidas e legalmente instituídas como sinais de trânsito.
  • PONTE – obra de construção civil destinada a ligar margens opostas de uma superfície líquida qualquer.
  • REFÚGIO – parte da via, devidamente sinalizada e protegida, destinada ao uso de pedestres durante a travessia da mesma.
  • RETORNO – movimento de inversão total de sentido da direção original de veículos.
  • RODOVIA – via rural pavimentada.
  • ROTUNDA – praça formada por cruzamento ou entroncamento, onde o trânsito se processa em sentido giratório e sinalizada como tal.
  • SINAIS DE TRÂNSITO – elementos de sinalização viária que se utilizam de placas, marcas viárias, equipamentos de controle luminosos, dispositivos auxiliares, apitos e gestos, destinados exclusivamente a ordenar ou dirigir o trânsito dos veículos e pedestres.
  • SINALIZAÇÃO – conjunto de sinais de trânsito e dispositivos de segurança colocados na via pública com o objetivo de garantir sua utilização adequada, possibilitando melhor fluidez no trânsito e maior segurança dos veículos e pedestres que nela circulam.
  • TRANSPOSIÇÃO DE FAIXAS – passagem de um veículo de uma faixa demarcada para outra.
  • VIA – superfície por onde transitam veículos, pessoas e animais, compreendendo a pista, a calçada, o acostamento, ilha e canteiro central.
  • VIA DE TRÂNSITO RÁPIDO – aquela caracterizada por acessos especiais com trânsito livre, sem interseções em nível, sem acessibilidade direta aos lotes lindeiros e sem travessia de pedestres em nível.
  • VIA ARTERIAL – aquela caracterizada por interseções em nível, geralmente controlada por semáforo, com acessibilidade aos lotes lindeiros e às vias secundárias e locais, possibilitando o trânsito entre as regiões da cidade.
  • VIA COLETORA – aquela destinada a coletar e distribuir o trânsito que tenha necessidade de entrar ou sair das vias de trânsito rápido ou arteriais, possibilitando o trânsito dentro das regiões da cidade.
  • VIA LOCAL – aquela caracterizada por interseções em nível não semaforizadas, destinada apenas ao acesso local ou a áreas restritas.
  • VIA RURAL – estradas e rodovias.
  • VIA URBANA – ruas, avenidas, vielas, ou caminhos e similares abertos à circulação pública, situados na área urbana, caracterizados principalmente por possuírem imóveis edificados ao longo de sua extensão.
  • VIAS E ÁREAS DE PEDESTRES – vias ou conjunto de vias destinadas à circulação prioritária de pedestres.
  • VIADUTO – obra de construção civil destinada a transpor uma depressão de terreno ou servir de passagem superior.
  • VIA DE ABRANDAMENTO – via de trânsito resultante do alargamento da faixa de rodagem e destinada a permitir que os veículos que vão sair de uma via pública diminuam a velocidade já fora da corrente de trânsito principal.
  • VIA DE ACELERAÇÃO – via de trânsito resultante do alargamento da faixa de rodagem e destinada a permitir que os veículosque entram numa via pública adquiram a velocidade conveniente para se incorporarem na corrente de trânsito principal.
  • VIA DE SENTIDO REVERSÍVEL - via de trânsito afecta alternadamente, através de sinalização, a um ou outro dos sentidos de trânsito.
  • VIA DE TRÂNSITO – zona longitudinal da faixa de rodagem, destinada à circulação de uma única fila de veículos.
  • VIA EQUIPARADA A VIA PÚBLICA - via de comunicação terrestre do domínio privado aberta ao trânsito público.
  • VIA PÚBLICA - via de comunicação terrestre afecta ao trânsito público.
  • VIA RESERVADA A AUTOMÓVEIS E MOTOCICLOS - via pública onde vigoram as normas que disciplinam o trânsito em auto-estradae sinalizada como tal.
  • ZONA DE ESTACIONAMENTO - local da via pública especialmente destinado, por construção ou sinalização, ao estacionamento de veículos.
About these ads

Publicado em 07/11/2011, em Perícia de Trânsito, Sem categoria, Trânsito e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: